Para Baixar Em Pdf:

Simulado 15 Concurso  Professor De História

1. O marco cronológico inicial da contemporaneidade é a Revolução Francesa de 1789. Um dos símbolos desse
movimento é a Marselhesa, canção que os camponeses entoavam em marcha a Paris, para derrubar o Antigo
Regime e que foi adotada, a partir de 1795, como o Hino Nacional da França. Observe abaixo a primeira estrofe do
texto:
“Avante, filhos da Pátria,
O dia da Glória chegou.
O estandarte ensanguentado da tirania
Contra nós se levanta.
Ouvis nos campos rugirem
Esses ferozes soldados?
Vêm eles até nós
Degolar nossos filhos, nossas mulheres.
Às armas cidadãos!
Formai vossos batalhões!
Marchemos, marchemos!
Nossa terra do sangue impuro se saciará!”
A partir da análise do texto enquanto documento histórico, é CORRETO afirmar que ele ilustra uma visão da História
A) ligada ao positivismo, pois deixa bem claro no seu texto e no seu contexto que a História é a narrativa das ações dos
grandes líderes políticos.
B) em que o processo histórico é encarado como coletivo, dando voz às camadas populares.
C) pautada no anacronismo, pois apresenta os eventos como fórmulas pré-estabelecidas.
D) voltada para a glorificação dos eventos, deslocados das conjunturas e estruturas.
E) ligada os Historicismo, pois há uma idealização do passado.
2. A Historiografia é uma das áreas mais importantes dos estudos teóricos acerca da História. Sobre as correntes
historiográficas, é CORRETO afirmar que
A) o positivismo dava ênfase à participação popular no processo histórico de formação das sociedades.
B) o materialismo histórico foi formulado por Marx e Engels nos primórdios do século XX.
C) a Escola dos Annales amplia o horizonte de temas e fontes para a análise dos historiadores.
D) o positivismo é o primeiro a trabalhar com a chamada História Oral.
E) o historicismo teve ampla aceitação no Brasil do século XX.
3.
“A nova história é a história escrita como uma reação deliberada contra o ‘paradigma’ tradicional […]. Será
conveniente descrever este paradigma tradicional como ‘história rankeana’, conforme o grande historiador alemão
Leopold von Ranke (1795-1886), embora este estivesse menos limitado por ele que seus seguidores. […]. Poderíamos
também chamar este paradigma de a visão do senso comum da história, não para enaltecê-lo, mas para assinalar que
ele tem sido com frequência – com muita frequência – considerado ‘a’ maneira de se fazer história, ao invés de ser
percebido como uma dentre várias abordagens possíveis do passado”.
(BURKE, Peter. A Escrita da História. São Paulo: UNESP, 2001. p. 10. adaptado).
Sobre este paradigma tradicional de matiz rankeana, é CORRETO afirmar que
A) defende uma visão da história, enquanto construção coletiva, negando as ações individuais.
B) se pauta numa perspectiva factual da história.
C) extrapola a noção de fonte histórica restrita ao documento escrito e oficial.
D) teve nos pensadores da escola alemã do século XIX seu principal foco de críticas.
E) recebeu contribuições do pensamento de Karl Marx.
4. Com o surgimento da Escola dos Annales nos anos 20 do século passado, a reflexão teórica sobre o tempo histórico
ganhou força nos debates acadêmicos. Sobre a relação tempo-história, é CORRETO afirmar que
A) os gregos percebiam o processo histórico como linear e factual, adotando uma perspectiva escalonada do tempo.
B) os pensadores medievais, apesar da forte influência da doutrina católica, desenvolveram uma noção de tempo que não
refletia aspectos do ideário cristão.
C) a escola metódica do século XIX rompe com a ideia de linearidade do tempo, influenciando muitos autores pós-modernos
atuais.
D) o pensamento de Karl Marx combateu qualquer perspectiva teleológica na História, afirmando ser esta um discurso
construído sobre o passado da humanidade.
E) Marc Bloch definiu a história como o estudo dos homens no tempo, apresentando a reflexão cronológica como algo
essencial ao ofício do historiador.
5. A análise da relação homem – natureza é um ponto de partida para se conhecer o modo como se deu a invenção da
cultura e da História. Sobre a relação entre o homem e a natureza, considere as seguintes proposições:
I. A capacidade de adaptação é fundamental para garantir a sobrevivência, ao passo que a capacidade de superação é
a base para a construção da cultura e da História.
II. O homem faz História, porque cria e recria o mundo, construindo maneiras de viver cada vez mais complexas,
transmitidas de geração em geração.
III. A evolução orgânica do homem foi suficiente para fazê-lo superar todos os desafios da natureza e torná-lo
predestinado a cumprir missões, mas não o transformou em ser histórico.
IV. Ao aprimorar a linguagem e inventar o fogo, o ser humano passou a dispor de instrumentos cada vez mais
elaborados para viver em sociedade e exercer um domínio sobre as forças da natureza, que antes se constituíam
numa ameaça constante e misteriosa.
Estão CORRETAS
A) I, II e III. B) I, II e IV. C) I, III e IV. D) II, III e IV. E) I, II, III e IV.
6. Alguns estudiosos consideram que o surgimento do Estado assinala o início da História; outros consideram que foi a
invenção da escrita o marco fundamental. Sobre a importância do Estado e da escrita, analise as afirmativas abaixo:
I. O estado se apresenta como um poder oriundo da natureza que, por imposição do ser humano, prioriza
incondicionalmente o bem-estar, colocando a liberdade individual acima da propriedade.
II. A divisão social do trabalho em manual e intelectual se constitui numa forma de sustentação do Estado.
III. O poder do Estado não está relacionado, apenas, a sua riqueza material, mas implica complexos mecanismos de
controle que objetivam preservar o domínio de uma memória sobre a maioria da população, entre os quais um
aparelho de repressão autorizado oficialmente a usar da violência a fim de manter a ordem.
IV. Deter o controle da escrita sempre foi um importante meio de garantir o domínio da minoria sobre a maioria, e isso
foi uma constante nas primeiras civilizações e se estende por toda a História.
Estão CORRETAS
A) somente I, II e III. B) somente I, II e IV. C) somente I, III e IV. D) somente II, III e IV. E) I, II, III e IV.
7. As civilizações clássicas contribuíram bastante para a construção de um cânone cultural ocidental. Dentre os nomes
que foram expoentes das Letras, na Roma Antiga, destacam-se:
A) Cícero, Marco Aurélio e Petrônio.
B) Júlio César, Heráclito e Políbio. D) Xenofonte, Cícero e Júlio César.
C) Tito Lívio, Platão e Heródoto. E) Petrônio, Aristóteles e Virgílio.
8. Sobre a construção da modernidade, NÃO é correto afirmar que
A) os filósofos ilustrados acreditavam ser a razão a grande luz que deveria iluminar os caminhos da humanidade.
B) para os iluministas, o projeto de emancipação do homem passava pela relação com o saber produzido.
C) a leitura e a escrita foram de suma importância no processo de construção da modernidade.
D) a revolução intelectual ilustrada do século XVII, por ser burguesa, solidificou preconceitos e teve a Igreja Católica como
grande incentivadora da renovação intelectual.
E) o Iluminismo como movimento intelectual consagrou princípios que interessavam à burguesia em ascensão e que lutavam
na época para consolidar-se politicamente.
9. Sobre a História do trabalho no século XVIII, analise as afirmativas abaixo:
I. A automatização dos métodos artesanais de produção diminuiu o emprego da mão-de-obra.
II. Como a economia industrial oscilava entre períodos de crescimento e recessão, nem mesmo os trabalhadores das
fábricas tinham estabilidade no emprego.
III. Como as pausas para descanso eram raras, os trabalhadores tinham de se adaptarem ao ritmo das máquinas, sob
pena de receberem multas.
IV. No caso de crianças, se houvesse atraso, erro ou indisciplina no trabalho, a punição podia se dar sob a forma de
espancamento.
Estão CORRETAS
A) somente I e IV. B) somente I, II e III. C) somente I, II e IV. D) somente II e III. E) I, II, III e IV.
10. Avalie as afirmações abaixo:
I. A razão é a via única de compreensão do real.
II. Defesa do absolutismo político.
III. A economia de uma nação deve se pautar na exploração de suas colônias.
IV. A educação é percebida como fator de desenvolvimento da humanidade.
V. Defesa do Estado Contratualista, pautado na noção de Contrato Social.
Assinale a alternativa cujas afirmações apresentam ideias associadas ao pensamento ilustrado do século XVIII.
A) I, II e IV. B) I, III e V. C) II, III e IV. D) II, III e V. E) I, IV e V.
Gabarito

1-B
2-BC
3-E
4-E
5-B
6-D
7-A
8-D
9-E
10-E

Simulado 15 Concurso Professor De História

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezenove + treze =

PROJETO QUALIFIQUE-SE!

CURSOS GRATUITOS E TODOS COM CERTIFICADO

CERTIFICADOS LIBERADOS PELO MEC – DECRETO 5.154/2004. Certificados Válido em TODO O BRASIL. Útil para currículo, horas complementares na faculdade, concursos, seleções, progressão funcional, empregos, …