`Para Baixar em PDF:

Simulado 15 de Geografia Concurso Professor

1. A História da criança funde-se à história da
Humanidade, com a luta de classes e os
processos históricos. Quando pensamos em
criança, há que se considerar que a visão que se
tem de mundo infantil produz a visão que se tem
da infância e vice-versa. De acordo com alguns
teóricos, podemos conceituar a infância como “a
concepção tradicional e moderna”. Com base
nessa ideia, relacione as afirmativas com (V) para
verdadeiro ou (F) para falso.
( ) Na era medieval, a preocupação com a criança
era ampliada quanto à proteção, à preservação de
uma suposta pureza original, que exigiriam o
afastamento das crianças em relação à comunidade
adulta de maneira geral.O adulto não era um modelo
para a criança copiar.
( ) Um das características da concepção moderna de
infância é que a intimidade é reforçada com a
separação das crianças em espaços próprios, em
vestimentas específicas, em brincadeiras e atividades
pensadas especialmente para uso da infância.
( ) Diferentemente dos tempos medievais, o mundo
moderno destaca-se, pois, pela preocupação dos
adultos com as crianças; preocupação que resultará
na criação de concepções analíticas, de teorias sobre
o desenvolvimento infantil, no lugar social que
presencia a gênese e o fortalecimento de instituições
específicas para a formação da criança.
( ) A sociedade letrada produz novas distâncias
entre o “ser” criança e o adulto. Se a leitura guarda
segredos, a criança é deles privada. Se o adulto
possui habilidade para decodificar os segredos da
leitura, amplia-se a distância entre ele/adulto-leitor e a
criança que não lê. Como postulado por Philippe
Aries, o mundo “leitor da cultura do impresso”,
confirmou, reforçou à versão de “idade adulta”
contraposta à “infância”.
Assim, assinale alternativa CORRETA:
A) F – V – V – V.
B) V – F – F – V.
C) F – V – F – V.
D) V – F – V – F.

2. A História da Criança e da Família traduz de
certo modo até hoje “a história da educação” e,
de modo singular, precisamos olhar a História da
Educação da criança no Brasil, pois esta tem suas
particularidades. Considere a criança e suas
especificidades na atualidade para analisar as
afirmativas a seguir. Todas estão corretas,
EXCETO:
A) As novas condições econômicas e sociais geradas
pela Revolução Industrial, também chegam ao Brasil,
já no período pós-colonial, onde os impactos na
organização familiar trouxeram novas necessidades
frente aos cuidados com a criança. Para
complementar as rendas do chefe de família, muitas
mulheres eram empregadas até 14 horas por dia em
trabalhos pesados. As consequências dessas longas
ausências das mesmas sobre a educação de seus
filhos foram inevitáveis.
B) O apego à criança e às suas particularidades não
se exprime mais pela diversão ou o brincar que as
famílias ofertavam, mas pelo interesse psicológico e
pela preocupação moral, sob responsabilidade dos
pedagogos, especialistas da infância por vocação,
que tem, portanto, o dever de, na educação infantil
zelar pelo cuidar da criança e a sua integridade.
C) Com a Abolição e a Proclamação da República, a
sociedade abre portas para uma nova sociedade,
impregnada de ideias capitalistas e urbanoindustriais.
Por isso, no Brasil, as creches populares
serviam para atender não somente os filhos das mães
que trabalhavam na indústria, mas também os filhos
das empregadas domésticas.
D) Contra a negligência, o desprezo, a indigência
intelectual e material que é o fado dos filhos das
classes trabalhadoras: criaram-se creches, abrigos,
orfanatos… Que receberam a incumbência de
incentivar as potencialidades e os valores sociais
vigentes, cuja natureza e necessidades é preciso
empenhar-se em conhecer.

3. Os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs),
definidos como referenciais comuns para a
educação no ensino fundamental em todo o
Brasil, não se autodenominavam como um
currículo acabado e obrigatório, mas o seu nível
de detalhamento faz um currículo do ensino
fundamental que possa orientar as ações
educativas no ensino obrigatório e melhorar sua
qualidade nas escolas brasileiras. Com base
nessas informações, é INCORRETO afirmar que:
A) O volume I, conhecido como “Introdução aos
Parâmetros Curriculares Nacionais”, traz a primeira
parte que é dedicada à análise de aspectos da
conjuntura nacional e mundial e à necessidade de
fortalecimento da educação básica; na segunda parte
apresenta os PCNS, seus propósitos e sua estrutura;
na terceira, traz as contribuições para o processo de
elaboração e de desenvolvimento do projeto
educativo da escola; já na quarta, pretende provocar
a necessidade de conhecer melhor os alunos do
ensino fundamental e por fim, na quinta e última
parte, é feita uma análise sobre o uso das
Tecnologias da Comunicação e da Informação.
B) São 09 os PCNs: Volume 1 – Introdução aos
Parâmetros Curriculares Nacionais; Volume 2 –
Língua Portuguesa; Volume 3 – Matemática; Volume
4 – Ciências Naturais; Volume 5 – História e
Geografia; Volume 6 – Arte; Volume 7 – Educação
Física; Volume 8 – Apresentação dos Temas
Transversais e Ética; e Volume 9 – Meio Ambiente e
Saúde.
C) Os PCNs são compostos de: um documento
Introdução, que justifica e fundamenta as opções
feitas para a elaboração dos documentos de áreas e
Temas Transversais; – seis documentos referentes às
áreas de conhecimento afins e três volumes com seis
documentos referentes aos Temas Transversais.
D) Os temas transversais são três volumes: o
primeiro volume traz o documento de apresentação
destes Temas, que explica e justifica a proposta de
integrar questões sociais como Temas Transversais e
o documento Ética; no segundo, encontram-se os
documentos de Pluralidade Cultural e Orientação
Sexual, e no terceiro, os de Meio Ambiente e Saúde.

4.Segundo Dermeval Saviani, a expressão
“concepções pedagógicas” é correlata a “ideias
pedagógicas”. Acerca destas, analise as
afirmativas abaixo.
I – Quando falamos de práticas educativas, é preciso
ter em mente que são elas que declaram por meio
das escolhas pedagógicas que o professor faz as
suas concepções pedagógicas de ensino e
aprendizagem. Em suma, elas são as ideias práticas
que orientam as estratégias didáticas.
II – A concepção pedagógica ampara a perspectiva de
ensino por parte do(a) professor(a), pois ela objetiva e
norteia o trabalho do educador apoiando-o na escolha
do processo de ensino e aprendizagem; unindo
teorias as práticas educativas.
III – Pela diversidade de concepções, torna-se normal
às vezes uma ou outra prática não dar conta das
necessidades do grupo em questão, isto é, mesmo
estando ela correta, não consegue sistematizar,
também, os métodos, processos e procedimentos;
mesmo quando teorizada e praticada visando a dar
intencionalidade ao ato educativo de modo a garantir
sua eficácia.
IV – As concepções educacionais, quando de modo
geral são entendidas como sinônimo da palavra
pedagogia e, mais particularmente, os adjetivos
pedagógicos têm marcadamente ressonância
metodológica, denotando o modo de operar, de
realizar o ato educativo.
V – Luckesi, Libâneo, Saviani e Gadotti são teóricos
que estudam e ou pesquisam as concepções
pedagógicas.
Assinale a alternativa CORRETA.
A) Somente I e II estão corretas.
B) Somente IV e V estão corretas.
C) somente II, IV e V estão corretas.
D) Todas as afirmativas estão corretas.

5. No livro “Uma Didática para a Pedagogia
Histórico-Crítica”, João Luiz Gasparin elenca
passos a serem considerados no planejamento
para se efetivar uma prática docente na
perspectiva histórico-crítica. Assinale a
alternativa CORRETA que corresponda,
respectivamente, a esses passos.
A) São expostos cinco passos a se seguir no
planejamento para se efetivar uma prática docente na
perspectiva histórico-crítica: “Prática social inicial do
conteúdo”, “problematização”, “catarse”,
“instrumentalização” e “Prática social final do
conteúdo” – nos quais se tentou explicitar o novo
processo dialético da aprendizagem escolar.
B) São expostos cinco passos a se seguir no
planejamento para se efetivar uma prática docente na
perspectiva histórico-crítica: “Problematização”,
“Prática social inicial do conteúdo”, “catarse”,
“instrumentalização” e “Prática social final do
conteúdo” – nos quais se tentou explicitar o novo
processo dialético da aprendizagem escolar.
C) São expostos cinco passos a se seguir no
planejamento para se efetivar uma prática docente na
perspectiva histórico-crítica: “Problematização”,
“instrumentalização” , “Prática social inicial do
conteúdo”, “catarse” e “Prática social final do
conteúdo” – nos quais se tentou explicitar o novo
processo dialético da aprendizagem escolar.
D) São expostos cinco passos a se seguir no
planejamento para se efetivar uma prática docente na
perspectiva histórico-crítica: “Prática social inicial do
conteúdo”, “problematização”, “instrumentalização”,
“catarse” e “Prática social final do conteúdo” – nos
quais se tentou explicitar o novo processo dialético da
aprendizagem escolar.

6.Ainda sobre o planejamento da “Prática
Educativa”, Zabala (1999) afirma que deve ser
visto como processo de reflexão do trabalho do
professor. O planejamento pode ser entendido
como um conjunto de ações que efetivamente
revigore e potencialize a prática educativa dos
que desejam ser competentes naquilo que se faz,
EXCETO quando:
A) o(a) professor(a) se utiliza dele uma perspectiva
processual, em que as fases de planejamento,
aplicação e avaliação asseguram um sentido integral
às variáveis metodológicas que caracterizam as
unidades de intervenção pedagógica.
B) o(a) professor(a) se utiliza dele como sequência
didática, que considera a importância das intenções
educacionais na definição dos conteúdos de
aprendizagem e o papel das atividades que são
propostas.
C) o(a) professor(a) se utiliza de alguns critérios para
análise das sequências de conteúdos visando a
transversalidade e a aprendizagem; que agem
explicitando as intenções educativas, podendo
abranger as dimensões: conceituais procedimentais;
conceituais e procedimentais; ou conceituais,
procedimentais e atitudinais.
D) o(a) professor(a) utiliza no planejamento alguns
dos instrumentos que proporcionam referências e
critérios para tomar decisões para a avaliação do
aluno.

7. Acerca do Pensamento e da Linguagem em
Vigotski, todas as ideias a seguir estão corretas,
EXCETO:
A) Para Vigotski (1991), o pensamento e a palavra
não são ligados por um elo primário, mas, ao longo
da evolução do pensamento e da fala, tem início uma
conexão entre ambos, que se modifica e se
desenvolve, ambos passam por várias mudanças.
B) Para ele, o progresso da fala não é paralelo ao
progresso do pensamento. As curvas de
crescimentos de ambos cruzam-se muitas vezes;
podem atingir o mesmo ponto e correr lado a lado, e
até mesmo fundir-se por algum tempo, mas acabam
www.pciconcursos.com.br
15 Realização MGA Concursos
se separando novamente, quando surge o
pensamento verbal e a fala racional. A criança
descobre que cada objeto tem seu nome e a fala.
C) Dos estudos de Vigotski, podemos concluir que os
processos que movimentam a linguagem
desempenham um grande papel, que assegura um
melhor fluxo do pensamento, sem contudo modificar
os processos da aprendizagem e consequentemente
do desenvolvimento.
D) Segundo Vigotski, o desenvolvimento do
pensamento é determinado pela linguagem, pelos
instrumentos linguísticos do pensamento e pela
experiência sócio-cultural da criança.

8.Conceituando Letramento e Alfabetização,
analise as afirmativas a seguir.
I. Letramento refere-se ao estado ou condição de
quem sabe ler e escrever, ou seja: “Não basta saber
ler e escrever, é preciso também saber usar as
habilidades de ler e escrever, atendendo às
exigências de leitura e escrita que a sociedade faz
continuamente”.
II. Letramento é a aprendizagem da leitura e da
escrita, que implica não apenas aspectos cognitivos,
afetivos e fisiológicos da criança, mas, também,
fatores como: o projeto da escola, capacitação dos
professores, o uso adequado dos métodos de
alfabetização, etc.
III. Alfabetizar exige saber se “o alfabetizando(a)” não
lê ou lê muito pouco e, consequentemente, “não
consegue escrever”. Em consequência, observa-se
um movimento em busca de novas
possibilidades/alternativas, partindo a aplicação do
método analítico ou sintético.
IV. O letramento tem por objetivo não ser apenas
ensinar a ler e escrever, mas também oportunizar
experiências de aprendizagem que possibilitassem às
crianças o uso da leitura e escrita, a envolver-se em
práticas sociais de leitura e escrita. Do ponto de vista
da escrita, é o ato que cumpre a finalidade de ensinar
a ler e escrever. Isto é, alfabetizado faz uso desta
para decodificar o escrito e o letrado não.
V. É possível haver interfaces entre letramento e
alfabetização, a saber: enquanto o discurso sobre
alfabetização desvela a crença de que a cartilha seria
um elemento desencadeador do fracasso das
aprendizagens da leitura e da escrita, o discurso
sobre letramento toma (equivocadamente) os
recursos didáticos e as atividades como redentoras
dos problemas originários da ineficácia das cartilhas.
Estão CORRETAS:
A) somente as afirmativas I, II, III e V.
B) somente as afirmativas II, III, IV e V.
C) nenhumas das alternativas.
D) todas as alternativas.
9. O lúdico como instrumento de aprendizagem,
segundo Piaget (1988) e citado por MACEDO
(1995), ampara todo esse trabalho centrado em
três estruturas: regras, símbolos e exercícios por
meio de jogos. Sobre estes aspectos, assinale a
alternativa CORRETA.
A) Ao analisarmos a importância do trabalho com os
jogos (lúdico), é imprescindível recorrermos a três
questões: o quê? Pra quê? E como?
B) Ao analisarmos a importância do trabalho com os
jogos (lúdico), é imprescindível recorrermos a três
questões: o que é jogar? Por quem será jogado? E
para que se joga?
C) Ao analisarmos a importância do trabalho com os
jogos (lúdico), é imprescindível recorrermos a três
questões: Como se joga? A idade de quem jogará
este jogo? A quantidade de tempo e duração do jogo?
D) Ao analisarmos a importância do trabalho com os
jogos (lúdico), é imprescindível recorrermos a três
questões: o quê? Pra quê? A quantidade de tempo e
duração do jogo?
10. De acordo com a concepção de ensino que
prima por “saberes que levam à construção de
competências”, citadas por MELCHIOR (2003),
todas as alternativas a seguir apresentam
princípios norteadores destas práticas, EXCETO:
A) A eficácia da ação docente depende da
capacidade de o professor reinventar o dia a dia,
www.pciconcursos.com.br
16 Realização MGA Concursos
baseando-se em tramas bastante gerais, em
estratégias de ensino e de avaliação situadas nas
linhas das pedagogias diferenciadas e ativas.
B) O principal desafio da profissionalização do ofício
de professor é uma mudança de postura em relação
às tarefas de sua ação docente, que expõe o
professor a desafios, tais como o de ter que romper
com o conhecimento e o ensino fragmentado e
conduzindo a uma visão global e interdisciplinar dos
processos de aprendizagem.
C) A promoção de competências exige à transmissão
de conhecimentos. Quanto mais didática e práticas
pedagógicas desafiadoras, melhores podem ser os
resultados e a motivação para aprender.
D) Para avaliar por competências, existem aspectos
relevantes, o primeiro que o docente precisa deixar
claro aos alunos, os caminhos avaliativos, que são os
indicadores e os critérios de avaliação: o aprendiz
demonstra que está progredindo quando começa a
compreender, através de muitas experiências, que
precisa modificar suas ideias.
gabarito
1-a
2-b
3-b
4-c
5-d
6-d
7-c
8-a
9-b
10-c

Simulado 15 de Geografia Concurso Professor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × cinco =

CURSOS GRATUITOS PARA PROFESSORES (COM CERTIFICADO)