Para Baixar Em Pdf:

Simulado 6 Concurso  Professor De História

1-Norbert Elias chama-nos a atenção para o fato de que toda a cultura humana se concebe e se desenvolve à
medida que um ser humano aprende com outro ser humano, através da interação, de onde advém toda a
herança sociocultural da humanidade. Para compreender os processos de construção social e cultural dos
homens, no tempo e no espaço, o historiador deve considerar que:
A)Os processos históricos são um conjunto de comportamentos que se repetem, criando culturas com
estruturas semelhantes.
B) Cada cultura é um reflexo das vontades e das necessidades individuais dos povos, sendo importante
destacar que as conquistas materiais determinam a maneira de sentir a pensar de um povo.
C) Os povos produzem suas histórias determinadas pelos seus desejos e pelas suas necessidades, mas não
conseguem se libertar do domínio das forças da natureza, especialmente em relação ao clima e ao relevo.
D)A análise dos fatos históricos exige critérios teóricos e metodológicos, que permitam uma melhor
compreensão da construção social e cultural de uma dada sociedade.

2-A necessidade de situar-se no tempo é comum a todos os seres humanos e é também imprescindível para se
resgatar as experiências humanas em sociedade. Os historiadores, já no século XVII, estabeleceram 3 fases
ou idades: antiga, média e moderna, posteriormente acrescidas de mais uma – contemporânea.
Sobre essa periodização, é CORRETO afirmar que:
A)Tem como referência grandes acontecimentos, a exemplo da Tomada de Constantinopla, que representa
um marco importante para toda a humanidade.
B) Corresponde a uma tendência eurocêntrica e tem como suporte uma perspectiva analítica ocidentalizante,
dados os marcos que propõe.
C) Postula que as mudanças históricas são resultantes de processos lentos que levam, às vezes, séculos para
se modificarem.
D)É aceita em todo o mundo e, nesse sentido, pode ser aplicada à História em todos os tempos e para todas
as civilizações.

3-Entre os fatores que explicam a primazia dos portugueses no cenário dos grandes descobrimentos europeus
na Idade Moderna, é INCORRETO elencar:
A)A atuação empreendedora da burguesia lusitana no desenvolvimento da indústria de navegação marítima.
B) A presença da fé e o espírito da cavalaria e das cruzadas que atribuíam aos portugueses a missão de
cristianizar os povos considerados “infiéis”.
C) O aparecimento pioneiro da monarquia absolutista em Portugal, responsável pela formação do Estado
Moderno.
D)A localização geográfica de Portugal, distante do Mediterrâneo oriental e sem ligações comerciais com o
restante do continente.

4-Entre os exemplos de movimentos religiosos que se contrapunham frontalmente à teologia católica, é
INCORRETO elencar:
A)Os huguenotes da França.
B) Os reformistas da Inglaterra.
C) Os luteranos de Wittenberg.
D)Os calvinistas da Suíça.

5-Entre as civilizações Maia, Teotihuacán e Asteca, havia certas proximidades culturais, como
I – as pirâmides escalonadas.
II – a limitação do poder político.
III – os jogos de pelota.
IV – a escrita pictográfica.
V – a crença monoteísta.
São comuns às três sociedades pré-coloniais os aspectos
A) I, III e IV, apenas.
B) I, II e IV, apenas.
C) II, III e V, apenas.
D) I, IV e V, apenas.

6-Em relação à historiografia, assinale a alternativa INCORRETA.
A)Na historiografia do último quartel do século XX, o Iluminismo em Portugal foi qualificado como
iluminismo católico, iluminismo de Estado ou luzes mitigadas em razão, entre outras, de não se encontrar
ali o antiabsolutismo e o anticlericalismo.
B) No historicismo, conhecer o passado dos homens é, por princípio, uma definição de história, e aos
historiadores cabe recolher, por intermédio de uma variedade de documentos, os fatos mais importantes,
ordená-los cronologicamente e narrá-los.
C) Na concepção mítica, a história é entendida como uma progressão linear em direção ao futuro, enquanto
a historiografia científica entende a trajetória temporal do homem como um círculo que retorna ao
mesmo ponto, após um determinado período.
D)A Escola dos Annales, inaugurada por M. Bloch e L. Febvre, estabeleceu-se a partir da ampliação da
noção de fonte documental e da instituição da história-problema, que busca recuperar o passado por
intermédio de questões colocadas pelo tempo presente.

7-São fatos políticos que indicam as mudanças e as transformações aceleradas na fisionomia mundial na
segunda metade da década de 1950:
A)A vitória da Revolução Mexicana contra o governo pró-estadunidense e a adoção de políticas
nacionalistas na América do Norte e América Central.
B) A ascensão do Papa Pio XII e a publicação do Decreto contra o Comunismo, que levou à excomunhão de
católicos que defendiam abertamente o comunismo.
C) A substituição de Stalin por Nikita Kruchov e o início da política de “coexistência pacífica” entre as
potências EUA e ex-URSS.
D)O surgimento, nos EUA, da contracultura, principalmente entre os jovens, e que tinha como
características, entre outras, a valorização da natureza e a e luta pela paz.

😯 processo histórico conhecido como Revolução Francesa, inserido em um contexto de movimentos de
contestação, foi um elemento da luta encetada pela burguesia francesa, no final do século XVIII. Analise as
alternativas abaixo, considerando os elementos que provocaram o processo revolucionário na França.
I – Difusão de ideias como as de liberdade, igualdade e fraternidade, que contestavam, entre outros, o
despotismo real.
II – Emergência de uma crise econômica com aumento de preços que provocou fome e acentuou a situação
de miséria dos trabalhadores do campo e da cidade.
III – Existência de uma organização descentralizada das forças de segurança terrestres e navais, da justiça e
do poder eclesiástico.
IV – Existência de prerrogativas especiais que isentavam do pagamento de impostos o chefe de Estado e o
clero, além do direito dos padres e bispos a privilégios judiciários.
Estão CORRETOS os elementos:
A)I e III, apenas.
B) I e II, apenas.
C) III e IV, apenas.
D)II e IV, apenas.

9-Analise as afirmativas que seguem, relativas a artistas e suas obras no Renascimento:
I – Dante Aliguiere, escritor florentino, narra, em versos, sua ida ao inferno, purgatório e Céu
acompanhado do poeta Virgílio, em sua obra fundamental Divina Comédia.
II – Luis de Camões, poeta português, escreveu Os Lusíadas, poema épico que exalta os navegantes
portugueses que participaram do expansionismo marítimo.
III – Pieter Brueghel, pintor flamengo, retratou cenas do cotidiano das aldeias e dos camponeses, além de
representar figuras populares como em O País da Cocanha.
IV – Michelangelo Buonarroti, pintor italiano, destacou-se, ainda, como escultor e arquiteto e sua obraprima,
O Nascimento de Vênus, representa o culto à natureza.
Está(ão) CORRETA(S) a(s)afirmativa(s):
A)I e III, apenas.
B) II e IV, apenas.
C) I, II e III, apenas.
D)IV, apenas.

10-A Resistência Francesa é o conjunto de movimentos e redes que, durante a Segunda Guerra Mundial,
prosseguiu a luta contra o Eixo e os seus delegados colaboracionistas. Seus membros eram conhecidos
como partisans. Todas as camadas sociais, todas as sensibilidades políticas, todas as sensibilidades
filosóficas e religiosas estiveram representadas no seio da resistência francesa. No entanto, algumas
categorias foram inversamente responsabilizadas, desde a ocupação, pelas suas fracas representações na luta
clandestina, notadamente os camponeses, a burguesia e o patronato.
(Disponível em: <http://artenarede.com.br/blog/index.php/2015/06/06/>. Acesso em: 18 out. 2015.)
Apesar da fraca representação do patronato, algumas importantes indústrias não foram colaboradoras do
nazismo, tais como
A) a Peugeot e a Michelin.
B) a Kodak e a Hugo Boss.
C) a Bayer e a Ford.
D) a BMW e a General Electric.
Gabarito

1-D
2-B
3-D
4-B
5-A
6-C
7-C
8-B
9-C
10-A

 

Simulado 6 Concurso Professor De História

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte − 5 =

CURSOS GRATUITOS PARA PROFESSORES (COM CERTIFICADO)