Para Baixar Em Pdf:

Simulado 7 Concurso  Professor De História

1 – A função da história, desde seu início, foi a de fornecer à sociedade uma
explicação sobre ela mesma. A história se coloca hoje em dia cada vez mais
próximo às outras áreas do conhecimento que estudam o homem (a sociologia, a
antropologia, a demografia, [sic] etc.), procurando explicar a dimensão que o
homem teve e tem em sociedade. Cada uma dessas áreas tem seu enfoque
específico. Uma visão mais ampla e mais completa, entretanto, exige a
cooperação entre as diversas áreas.
(BORGES, Vavy P. 2000, p. 49/50)
Sobre a evolução do pensamento histórico, pode-se afirmar, EXCETO, que:
a) A História ergue-se como uma ciência que procura mostrar ao homem a
importância da vida em sociedade; para tal faz um “passeio interdisciplinar” pelas
demais ciências que ligam-se diretamente a ele.
b) Os positivistas consideravam à história como uma mera colecionadora de fatos
com uma cadeia de fatos isolados, sem quaisquer explicações plausíveis. Fatos
estes que cabiam à sociologia à sua interpretação.
c) A interdisciplinaridade entre a História e as demais ciências sociais é
perfeitamente explicado pelo fato de a Ciência História fazer parte de uma
corrente de pensamento chamada Nova História.
d) Atrelada ao materialismo histórico a Escola dos Annales ergueu-se e ganhou
sustentação e respaldo científico baseada no arcabouço positivista, criando um
modelo descritivo e não analítico dos fatos.

2– A experiência de um educador em História leva a enfatizar a necessidade de
uma reflexão sobre a prática pedagógica para o ensino eficaz, atraente, curioso,
abrangente e capaz de instrumentalizar o aluno para a compreensão das profundas
transformações recentes, sem esquecer de que o mundo atual é o resultado de um
longo e contraditório processo histórico.
(Aristeu Castilhos da Rocha – PROPOSTA METODOLÓGICA PARA O ENSINO
DE HISTÓRIA)
Segundo a compreensão do trecho acima, o adequado ensino de história é aquele
que enfatiza as características abaixo, EXCETO:
a) O conteúdo não pode ser dado como algo pronto, acabado e inflexível.
b) Deve ser organizado criticamente pelo aluno, sob a orientação do professor.
c) Deve viabilizar o desenvolvimento de potencialidades criadoras e de raciocínio
reflexivo crítico.
d) Deve impor ao educando a visão oficial da história, evitando distorções.

3 – Todas as afirmativas abaixo abortam corretamente características sobre a Lei
de Terras no Brasil, de 1850 e o “Homestead Act” nos EUA de 1862, EXCETO:
a) Com o Homestead Act, os Estados Unidos resolviam a política de distribuição
de terras que nortearia a ocupação humana do Oeste Americano.
b) Com o Homestead Act, é estabelecido um modelo baseado na pequena
propriedade, policultora e de mão de obra familiar, resolvendo a questão agrária
nos EUA.
c) Com a Lei de Terras, o Brasil estabelece um modelo de organização fundiária
muito semelhante ao dos EUA, extinguindo os conflitos de terras no país.
d) Com a Lei de Terras define-se que a propriedade de terras somente se dará por
compra e venda ou por doação do Estado e não mais pela simples posse da terra.

4 – “Se é para o bem de todos e felicidade geral da nação, estou pronto! Digam
ao povo que fico.” No dia 8 de janeiro de 1822, José Bonifácio de Andrade e
Silva, publicou no jornal Gazeta do Rio de Janeiro, uma carta criticando a decisão
da Corte Portuguesa.
a) Esta data ficou conhecida por este nome, pois D.Pedro I, então príncipe regente
do Brasil, não acatou ordens das Cortes Portuguesas para que deixasse
imediatamente o Brasil, retornando para Portugal.
b) As Cortes de Portugal estavam preocupadas com os movimentos que ocorriam
no Brasil em direção à emancipação política. Viam no retorno de D.Pedro uma
maneira de recolonizar o Brasil, enfraquecendo as idéias de independência.
c) Partiu dos brasileiros, principalmente dos setores mais aristocráticos da
população, o desejo de que D. Pedro permanecesse no Brasil. Os planos de
Portugal eram de que ele se tornasse, imediatamente, rei de Portugal.
d) D. Pedro ganhou forte apoio popular com a decisão do “Fico”. Para resistir às
ameaças de recolonização foi decretada, em 16 de fevereiro de 1822, a
convocação de um Conselho de Procuradores Gerais das Províncias do Brasil.

5 – Assinale o movimento abaixo, que não apresenta caráter emancipacionista:
a) A Inconfidência Mineira, ou Conjuração Mineira, de 1789, na então capitania
de Minas Gerais, no Estado do Brasil, contra, entre outros motivos, a execução da
derrama e o domínio português.
b) A Guerra do Contestado foi um conflito travado entre outubro de 1912 a agosto
de 1916, numa região rica em erva-mate e madeira disputada pelos estados
brasileiros do Paraná e de Santa Catarina.
c) A Conjuração Baiana, também denominada como Revolta dos Alfaiates,
ocorrida no ocaso do século XVIII, na antiga Capitania da Bahia. Diferentemente
da Inconfidência Mineira (1789), reveste-se de caráter popular.
d) A Confederação do Equador foi um movimento ocorrido em 1824 no Nordeste
do Brasil. Representou a principal reação contra a tendência absolutista e a
política centralizadora do governo de D. Pedro I.

6 – O mote “Ordem e Progresso” presente na bandeira do nacional associa-se
aos:
a) Positivistas.
b) Integralistas.
c) Monarquistas.
d) Socialistas.

7 – No dia 10 de novembro de 1937, o presidente Getúlio Vargas anunciava o
Estado Novo, em cadeia de rádio. Iniciava-se um período de ditadura na História
do Brasil. Sobre esse período da história do Brasil, NÃO se pode afirmar que:
a) Alegando a existência de um plano comunista para a tomada do poder (Plano
Cohen) Getúlio fechou o Congresso Nacional e impôs ao país uma nova
Constituição, que ficaria conhecida depois como “Polaca” por ter se inspirado na
Constituição da Polônia, de tendência fascista.
b) O Golpe de Getúlio Vargas foi articulado junto aos militares e contou com o
apoio de grande parcela da sociedade, pois desde o final de 1935 o governo havia
reforçado sua propaganda anticomunista, amedrontando a classe média, na
verdade preparando-a para apoiar a centralização política que desde então se
desencadeava.
c) A partir de novembro de 1937 Vargas impôs a censura aos meios de
comunicação, reprimiu a atividade política, perseguiu e prendeu inimigos
políticos, adotou medidas econômicas nacionalizantes e deu continuidade a sua
política trabalhista com a criação da CLT em 1943.
d) O principal acontecimento na política externa foi o desenvolvimento da 2º
Guerra Mundial (39-45), caracterizada pelo total, irrestrito e público apoio do
governo brasileiro aos EUA desde o início do conflito, através do envio de tropas
e subsídios econômicos.

8 – OAB cobra abertura dos arquivos da ditadura nos 45 anos do golpe militar.
O presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Cezar Britto,
defendeu hoje (31), ao comentar a passagem dos 45 anos do golpe militar de
1964, a abertura dos arquivos da ditadura militar como forma de resgatar a
memória do país lamentavelmente vivida no período sombrio do regime militar.
“Um país que não conhece sua história, sobretudo suas páginas mais sombrias e
controversas, corre o risco de repeti-la”.
(Jornal Direito do Estado – 31/3/2009)
Sobre os anos de vigência do Golpe, pode-se associar corretamente o episódio ao
governo em que ocorreu a alternativa:
a) Lei da Anistia – Governo Figueiredo.
b) Milagre Brasileiro – Governo Geisel.
c) Pacote de Abril – Governo Médici.
d) Ato Institucional 5 (AI5) – Governo Castelo Branco.

9 – No ano de 1992 foram intensos os movimentos populares contrários à
presidência de Fernando Collor de Mello. Dentre as diversas ações do governo
Collor, destaca-se, EXCETO:
a) Confisco temporário de grande parte do dinheiro depositado nas contas
correntes, cadernetas de poupança e outras aplicações financeiras.
b) Reformulação do cálculo mensal da inflação aplicado na correção de salários,
aluguéis, aposentadorias etc.
c) Congelamento de preços e salários como estratégia para fomentar o consumo,
incentivando o crescimento.
d) Abertura do mercado à entrada de produtos estrangeiros, com a redução das
tarifas de importação, incluindo a eliminação da reserva de mercado.

10 – Entre as principais contribuições estabelecidas pela “Constituição Cidadã”
destaca-se, EXCETO:
a) Eleições em dois turnos (para os cargos de presidente, governadores e prefeitos
de cidades com mais de 200 mil habitantes).
b) Fim das desigualdades sociais decorrentes da má distribuição de renda.
c) Os direitos trabalhistas passaram a ser aplicados, além de aos trabalhadores
urbanos e rurais, também aos domésticos.
d) Direito de voto para os analfabetos e voto facultativo para jovens entre 16 e 18
anos.

Gabarito
1-D
2-D
3-C
4-C
5-B
6-A
7-D
8-A
9-C
10-B

Simulado 7 Concurso Professor De História

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 + 12 =

CURSOS GRATUITOS PARA PROFESSORES (COM CERTIFICADO)