Para Baixar em PDF:

Simulado 7 Concurso Professor De Português

1.Leia o texto abaixo, sobre variações lingüísticas, para
responder as questões 1 a 3
“Os usuários de uma língua é que determinam a forma como
ela é utilizada. A língua falada no tempo de nossos avós, por
exemplo, é diferente da maneira como hoje falamos. Por outro
lado, nós temos expressões, gírias e sotaque diferentes dos
de outras regiões do país, e vice versa. Essa variedade
lingüística é reflexo da variedade cultural dos falantes da
língua. Observe-se que, conforme o prestígio social do grupo
dominante, sua modalidade lingüística acaba sendo
considerada “padrão” e expressão de
poder, o que não significa que seja a única linguagem correta;
ela é uma variante da língua. Conforme a situação em que nos
encontramos – em ambiente profissional, em grupo familiar ou
de amigos – usamos variantes da língua. Ela difere conforme
o grupo social a que pertencemos; há gírias específicas dos
surfistas, dos locutores de futebol, dos diferentes grupos
profissionais (cientistas, médicos, professores, etc.). À escola
cabe rejeitar preconceitos em relação à diversidade lingüística
dos alunos, auxiliando-os a perceber que a forma mais
adequada do uso da língua depende do contexto em que é
utilizada. Em casa, ambiente informal, um professor, por
exemplo, poderá falar de forma descontraída, com gírias e
deslizes de português, como em “A turma na sala, hoje,
fizeram bagunça”. Em ambiente profissional, no entanto,
deverá empregar a norma culta padrão da língua, mas sem
pedantismo”.
A leitura do texto permite concluir que:
(A) o que determina a forma mais correta de falar é o contexto
em que a língua é empregada.
(B) no Brasil fala-se uma só língua, com dialetos diferentes,
que variam de região para região.
(C) para que a conversa fique mais descontraída, ao se dirigir
ao diretor escolar, por exemplo, o aluno poderá empregar
gírias.
(D) o falante deve escolher, dentre as variações lingüísticas, a
que melhor expressa seu estado de espírito, no momento da
comunicação.

2.A partir do texto, conclui-se que a única das frases abaixo
que o professor deve empregar, em sua atuação profissional,
é:
(A) nosso colégio está estabelecido à rua Cruz e Sousa.
(B) tu é um aluno tão bom, Vítor. Por que faltou às provas
finais?
(C) nossas aulas, haja vista tantos feriados, deverá estenderse
até meados de dezembro.
(D) que isso fique entre eu e tu: prefiro português do que
matemática.

3. Considere as seguintes afirmações:
I. na escola, a única norma lingüística aceitável deve ser o
português correto.
II. dentre as variações lingüísticas de um grupo social, uma
adquire prestígio e passa a ter valor oficial, de acordo com o
grupo social dominante.
III. no país, o domínio de uma variante lingüística confere ao
usuário acesso ao poder.
IV. um mesmo indivíduo faz diferentes usos da língua,
segundo o contexto ambiental em que se encontra.
Justificam-se pelo texto:
(A) II e IV
(B) I e III
(C) I e IV
(D) II e III

4.A conceituação de texto não se restringe ao ato da palavra
escrita, pois texto é tudo aquilo que é possível ser
compreendido pelo interlocutor (ouvinte/leitor) podendo ser
oral ou escrito. Para Geraldi (2006), o texto é “… uma proposta
de compreensão” onde o autor chama a atenção do locutor
para a importância de ações indissociadas da prática de
produção textual, a saber:
I. ter o que dizer.
II. ter motivos para dizer o que se tem a dizer.
III. ter um interlocutor.
IV. construir-se como locutor enquanto sujeito que diz, o que
diz, para quem diz.
V. escolher as estratégias para realizar o que dizer, os
motivos, o interlocutor e o próprio posicionamento como
locutor.
São verdadeiras, de acordo com o autor, apenas o contido
em:
(A) I, II, IV e V
(B) I, II, III, IV, V
(C) I, IV e V
(D) I, III e IV

5. O domínio da linguagem se constitui como condições de
possibilidade de plena inserção social. É por meio da
linguagem que os seres humanos se comunicam, têm acesso
à informação, expressam e defendem pontos de vista,
produzem cultura. Desta forma, ao ensinar Língua Portuguesa
a escola, como espaço social de construção, assume para si a
responsabilidade de contribuir para assegurar aos seus alunos
o acesso aos saberes da fala e da escrita necessários para
que cada um seja capaz :
(A) de estabelecer padrões mínimos de desenvolvimento
cognitivo.
(B) de interpretar os diferentes textos de forma consciente.
(C) de estabelecer fundamentações sobre os diferentes
códigos literários.
(D) de interpretar os diferentes textos que circulam, de
assumir a palavra, de produzir textos eficientes nas mais
diversas situações.

6.A avaliação deve ser uma iniciativa promotora da
facilitação da evolução da trajetória do educando. O aprender
do aprendiz se dá longitudinalmente (gradativo e
complementar). Isso significa que o professor deve se
preocupar com uma ação:
(A) avaliativa que volte o seu olhar para o futuro dos alunos,
respeitando, presentemente, os ritmos, os interesses de cada
um, buscando, evidentemente, a aquisição, ao máximo, da
aprendizagem deles.
(B) avaliativa que volte o seu olhar para o passado dos alunos,
respeitando, presentemente, os ritmos, os interesses de cada
um, buscando, evidentemente, a aquisição, ao máximo, da
aprendizagem deles.
(C) avaliativa que volte o seu olhar para o futuro dos alunos,
respeitando e valorizando a aprendizagem do grupo envolvido
no contexto social e cultural.
(D) avaliativa que volte o seu olhar para o passado dos
alunos, respeitando e valorizando a aprendizagem.

7.“A evolução do aprendiz e a edificação de novas
representações mentais concernentes a toda a sua vivência
no contexto escolar e extra-escolar, é uma realidade que se
dá de forma perene. Disso, faz-se obrigatório que o docente
compreenda que o dar um passo de cada vez é uma
gigantesca conquista”. Conforme Jussara Hoffmann (2004),
(A) cada passo do aluno precisa ser observado em seu
sentido próprio: de mobilização, de processo, de formulação
de conceitos.
(B) a avaliação envolve setores culturais do cotidiano escolar.
(C) cada passo do aluno precisa ser observado em seu
sentido figurado: de formulação de conceitos abstratos.
(D) a avaliação precisa avaliar e classificar os envolvidos no
processo ensino-aprendizagem.

8.Jussara Hoffmann também levanta a idéia da finalidade
da avaliação sendo observada a partir de uma concepção
polarizada:
(A) a do “controle que acompanha”, e a do “controle cultural”.
(B) a do “controle acadêmico”, e a do “controle político
partidário”.
(C) a do “controle que cerceia”, e a do “controle que
acompanha”.
(D) a do “controle didático”, e a do “controle cultural”.

9. Jussara Hoffmann opõe-se à teoria de alguns teóricos que
dizem ser necessário comunicar aos alunos quais os critérios
avaliativos serão usados para aquilatar uma determinada
tarefa. Para ela, “a coerência de argumentos – entre outros –
não pode ser adotada como um critério porque o aluno não
aprende sobre coerência de argumentos simplesmente porque
o professor o anuncia como um critério avaliativo, mas, ele irá
(A) aprender a dar sentido às suas idéias escritas ou faladas
pela ininterrupção de todo labor pedagógico”.
(B) aprender a dar sentido somente às suas idéias faladas
pela fragmentação de todo projeto pedagógico oferecido no
ambiente escolar”.
(C) aprender a dar sentido somente às suas idéias escritas
pela fragmentação de toda argumentação operacional
centralizada no contexto extra-escolar”.
(D) aprender a valorizar as atividades oferecidas nas
avaliações mensais”.

10.O instrumento de avaliação serve como um
questionamento à espera do imprevisível, do diferente, do
novo, da reação de sujeitos diferentes, com suas respostas
diferentes a uma pergunta comum a todos. Por isso, a rigor,
(A) o diagnóstico deve rigorosamente atender as metas
pedagógicas estabelecidas no Plano de Aula do professor.
(B) na tarefa avaliativa, segundo a visão mediadora, não
existem critérios precisos (re) pensados de antemão.
(C) na tarefa avaliativa, segundo a visão mediadora, é preciso
respeitar os critérios (re) pensados.
(D) na perspectiva da avaliação mediadora, há uma
preocupação com critérios exatos e definidos.

gabarito
1-a
2-c
3-a
4-b
5-d
6-a
7-a
8-c
9-a
10-b

Simulado 7 Concurso Professor De Português

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17 + 16 =

CURSOS GRATUITOS PARA PROFESSORES (COM CERTIFICADO)