Para Baixar em PDF:

Simulado 9 Concurso Professor De Geografia

1. Os dois mais extensos ecossistemas brasileiros são a
Floresta Amazônica e o Cerrado, ambos seriamente
ameaçados pelo desmatamento provocado pelas atividades
econômicas que são desenvolvidas nessas áreas. A
alternativa que contém, respectivamente, apenas
características corretas das formações vegetais encontradas
nesses ecossistemas é:
A) xerófilas, esclerófilas / hidrófilas, perenifólias;
B) halófilas, aciculifoliadas / higrófilas, decíduas;
C) hidrófilas, decíduas / xerófilas, aciculifoliadas;
D) tropófilas, perenifólias / halófilas, esclerofilas;
E) higrófilas, latifoliadas / tropófilas, caducifólias.

2. Alexander Von Humboldt e Karl Ritter são considerados
os sistematizadores da Geografia Moderna. Mas um
conterrâneo de ambos é considerado o grande precursor da
Geografia Humana. Trata-se de Friedrich Ratzel, autor da
célebre obra “Antropogeografia – fundamentos da aplicação
da Geografia à História”. Nela, Ratzel definiu o objeto
geográfico como o estudo da influência que as condições
naturais exercem sobre a humanidade. A partir dessas
reflexões o autor alemão desenvolveu um conceito central
para a sua obra e de larga aplicação na Geografia Política e
especialmente na Geopolítica. O conceito em questão está
nomeado na seguinte alternativa:
A) Território Nacional;
B) Fronteira Relativa;
C) Região Polarizada;
D) Lugar Central;
E) Espaço Vital.

3. A crescente preocupação mundial com as questões
ambientais ampliou as ações internacionais de caráter
multilateral, mas não foram capazes de anular as diferenças
entre as nações do mundo no campo econômico. A
Convenção sobre Diversidade Biológica, gerada a partir das
discussões da ECO-92, foi firmada por 156 Estados, mas não
incluiu qualquer referência à proposta de criação de um
sistema de patentes que recompensasse os países que
abrigam o material genético bruto pesquisado. Uma
explicação correta para o conflito de interesses envolvendo
essa proposta é:
A) as nações desenvolvidas querem evitar o pagamento de
expressivas quantias aos países subdesenvolvidos, já
que a diversidade biológica é maior nas áreas
intertropicais;
B) os países subdesenvolvidos desejam que seus
ambientes naturais sejam considerados patrimônio da
humanidade, já que isso lhes garantiria a exclusividade
de direitos sobre o uso dessas riquezas;
C) as empresas dos países centrais vêm sofrendo crescente
restrição à realização de pesquisas no campo da
biotecnologia, já que houve um endurecimento da
legislação contra a biopirataria;
D) os países periféricos defendem que o sistema
beneficiaria ainda mais as nações centrais do
capitalismo, já que elas concluíram as pesquisas sobre
toda a biodiversidade em seus territórios;
E) os governos dos países subdesenvolvidos receiam que
pagarão mais caro pelos medicamentos importados das
nações ricas, já que elas concentram a maior parte das
patentes industriais.

4. “A resposta padrão à pergunta
gira em torno da aceitação de que e
são sinônimos. Para muitos,
esta é, ainda hoje, uma associação óbvia e imediata; tão óbvia
e tão imediata que qualquer desconfiança a propósito de sua
validade soa como impertinência. Seja lá como for, o presente
autor tem sido, a esse respeito, radicalmente impertinente”.
Visando problematizar e complexificar o conceito de
desenvolvimento para realizar uma análise mais precisa dos
espaços metropolitanos brasileiros, Marcelo Lopes de Souza
desenvolve na obra supracitada um corpo teórico central para
seus trabalhos e que se tornou uma referência importante
para a Geografia brasileira. Trata-se da teoria do
desenvolvimento:
A) sustentável;
B) metropolitano;
C) socioespacial;
D) urbano-regional;
E) político-territorial

5. Mais do que em qualquer outro modo de produção, as
cidades fazem parte de um amplo sistema de trocas que
constitui a base da divisão territorial do trabalho
contemporâneo. Essas relações são fortemente
hierarquizadas e resultam em uma rede urbana de escala
mundial na qual o topo da hierarquia é ocupado hoje pelas
metrópoles, algumas delas classificadas como
MEGACIDADES, e pelas CIDADES GLOBAIS. Algumas
megacidades também são cidades globais, mas nem toda
cidade global é uma megacidade. A opção que apresenta a
essência dos critérios para definir, respectivamente, os dois
tipos de aglomerados urbanos destacados é:
A) funcional – espacial;
B) espacial – econômico;
C) operacional – estrutural;
D) demográfico – funcional;
E) econômico – demográfico.

6. O conceito de região, em suas diferentes versões,
constitui um dos conceitos-chave de maior presença no
temário geográfico, perpassando os diferentes momentos da
história do pensamento geográfico. Os estudiosos da
epistemologia da Geografia concordam que o momento no
qual esse conceito teve maior centralidade para essa ciência
foi durante a primeira metade do século XX, no qual o
“possibilismo” da chamada Escola Francesa de Geografia era
a linha teórica predominante. Para essa corrente de
pensamento, o conceito mais importante para identificar
corretamente uma região era o de:
A) território;
B) paisagem;
C) natureza;
D) escala;
E) lugar.

7. A existência e atuação de recortes superpostos e
complementares no espaço geográfico atual, caracterizados
por Milton Santos (1996 e 2001), como verticalidades e
horizontalidades, deve ser analisada a partir do estudo da(s):
A) dinâmica do espaço de fluxos e do espaço de todos;
B) disputas territoriais e tecnológicas;
C) diferentes paisagens e suas extensões geográficas;
D) comparação entre o conceito de lugar e espaço;
E) desigualdades sociais e culturais existentes no país.

8. Ao se tratar do funcionamento do clima em nosso planeta,
deve-se levar em consideração a dinâmica e a composição
atmosférica mantida em volta da Terra pela força
gravitacional. Para explicar o mecanismo do clima além do
contexto atmosférico, outros dois fatores naturais que devem
ser considerados são:
A) temperatura da água nos oceanos crescimento urbano;
B) emissão de poluentes densidade da vegetação;
C) variação latitudinal inclinação do eixo terrestre;
D) presença de desertos existência de ilhas de calor;
E) variação de dias e noites distância entre a Terra e o Sol

9. A globalização que marca o atual período do capitalismo
mundial pode ser analisada a partir de dois processos
paralelos. Ocorrem, de maneira concomitante, a produção de
condições materiais que nos cercam e a produção de novas
relações sociais entre países e pessoas. Esta situação
alicerça-se, conforme expresso por Milton Santos em seu livro
, em “duas colunas centrais”:
A) a primeira fundamentada na mídia e a outra baseada no
lazer;
B) uma com base no dinheiro e a outra garantida pela
informação;
C) correspondentes à diversidade cultural e às disputas
territoriais;
D) alicerçadas na questão ambiental e na posse dos
recursos naturais;
E) apoiadas na diferença tecnológica entre paises do G-8 e
do G-20.

10. O ano de 1889 é considerado um marco para os estudos
geográficos da população brasileira. Desta data em diante, os
registros civis obrigatórios passaram a ser realizados pelo
Estado Republicano. O Estado, com esta nova incumbência,
passou a organizar recenseamentos que se tornaram
periódicos após a criação do IBGE. A década da criação do
IBGE e a demanda que o mesmo veio a atender
correspondem, respectivamente, a:
A) 1950, empenho em frear o aumento da imigração para o
sudeste brasileiro;
B) 1920, experimento de criação de novos entes federativos
em todo o país;
C) 1990, estímulo ao crescimento da população urbanoindustrial
no centro-sul do país;
D) 1930, esforço para melhor conhecer o país, colaborando
para planejar sua ocupação;
E) 1890, tentativa de ampliar o controle populacional na
República recém-instaurada.

gabarito
1-e
2-c
3-b
4-d
5-c
6-d
7-a
8-b
9-e
10-c

Simulado 9 Concurso Professor De Geografia

Uma ideia sobre “Simulado 9 Concurso Professor De Geografia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

sete + 1 =

CURSOS GRATUITOS PARA PROFESSORES (COM CERTIFICADO)